19 Outubro 2014

INAUGURAÇÃO OFICIAL DO FORUM DE ASSOCIAÇÕES CULTURAIS DE TORRES VEDRAS


Inauguração - Fórum de Associações Culturais de Torres Vedras
.
O projecto Fórum Cultural, integrado no Torres ao Centro, teve como objectivo a construção da sede do Fórum de Associações Culturais de Torres Vedras, que reúne o Académico de Torres Vedras; a Associação para a Defesa e Divulgação do Património Cultural de Torres Vedras; o Espeleo Clube de Torres Vedras e a Sociedade Recreativa Operária de Torres Vedras.
.
O projecto propôs a reabilitação do conjunto edificado situado junto ao morro e muralha do Castelo, conjunto imponente que tem como elemento emblemático a passagem em arco sobre a Travessa do Quebra-Costas.
.
A intervenção cumpriu vários propósitos subjacentes aos processos de regeneração urbana: recupera estruturas físicas existentes, valorizando o espaço público envolvente; introduz funções que promovem hábitos de sociabilização e de criação de relações de vizinhança; promove o debate e a reflexão multidisciplinares e capta para o núcleo do centro histórico novos utilizadores e frequentadores.
.
O programa proposto para o Fórum é abrangente e diversificado, reflexo da natureza das associações que o constituem, incidindo em áreas como a música, o xadrez, a educação ambiental, a defesa do património, o teatro, a dança e a fotografia.


.
Programação Inauguração|
.
17h00 - Inauguração
17h30 - A CASA DO OPERÁRIO | História e Papel das Associações que integram o Fórum
18h30 - Seis Canções por Cant’arte
19h00 - Porto d´Honra






FORUM: UM PROJECTO CULTURAL INOVADOR

O Fórum de Associações Culturais de Torres Vedras tem como fundadores a Associação para a Defesa e Divulgação do Património Cultural de Torres Vedras, o Espeleo Clube de Torres Vedras, a Camerata Vocal de Torres Vedras, o Académico de Torres Vedras e a Assim - Associação de Intercâmbio Municipal. A sua fundação/ escritura publica, teve lugar a 30 de Janeiro de 2002.

A adesão posterior a este projecto, por parte da Sociedade Recreativa Operária, associação com um longo historial na vida sócio-cultural torriense, nomeadamente no centro histórico, veio permitir a reutilização do seu edificio sede, que se encontrava necessitado de urgentes obras de restauro e readaptação. Entretanto a ASSIM e a Camerata Vocal saíram do projecto

Um dos principais objectivos que levou à criação do Projecto Fórum Cultural foi o de potenciar a dinâmica associativa e os serviços que estas prestam à comunidade, através da união das sinergias destas associações em torno de um projecto comum.

O edificio sede do Fórum tem condições excepcionais para que as associações desenvolvam as suas actividades amplamente reconhecidas pela comunidade como fundamentais para o desenvolvimento cultural e o fortalecimento do tecido social da cidade.

Este projecto e este espaço vão dar apoio às escolas, através de colaboração em acções de educação ambiental, de divulgação do património, de informação juvenil, de apoio documental, de exposições temáticas.   

O edificio dispõe de um espaço de bar que já se encontra a funcionar estando aberto ao público de quinta feira a sábado das 18h30 às 2h00. O Quebra Costas BAR é um local de encontro e de confraternização entre a experiência das associações residentes e o cidadão. É um espaço aberto a TODOS os que o desejem visitar, estejam ou não ligados às associações que constituem o FORUM. Frequentar o Quebra Costas Bar será, também, uma forma de contribuir para a sustentabilidade financeira das associações.

Sublinhe-se: o projecto do Forum das Associações Culturais de Torres Vedras é inovador na medida em que procura unir e articular várias associações mantendo cada uma delas a sua autonomia. Vai, assim, ao arrepio da tendência dominante, desde há muitos anos, de cada associação trabalhar por si, em circuito fechado. Os dirigentes da associações ali reunidas acreditam que o facto de disporem de uma ampla e moderna sede, num local emblemático do Centro Histórico – ao cimo da Travessa do Quebra-Costas – permitirá um acrescido interesse por parte da população torriense que tem ali uma nova e atraente centralidade.

(A partir do texto publicado no jornal do Centro Histórico, MILA GAIPA, Out 2014,  em que a ADDPCTV colabora activamente)

ROTA HISTÓRICA DAS LINHAS DE TORRES





Rota Histórica das Linhas de Torres Vedras galardoada com

 o prestigiado prémio da União Europeia para o Património 

Cultural - Europa Nostra 2014.



Ver aqui: http://www.europanostra.org/awards/132/



28 Setembro 2014

AS JORNADAS DE ONTEM

Lá estivemos, em A dos Cunhados, em visita à sua igreja.
De salientar: os relógios, na fachada; os azulejos de tapete do séc.XVII, no corpo da igreja; os azulejos historiados do séc. XVIII e o tecto do "tipo masseira" na capela-mór; a capela baptismal; a sacristia com uma curiosa abóbada e um lavabo; e a igreja com as três naves divididas por colunas de mármore, fruto de obras profundas realizadas já no século XX.














A padroeira, Nª Srª da Luz, imagem de pedra , do séc. XVI, com repinturas posteriores:






Sacristia e lavabo:












Fizemos também uma visita ao Núcleo Patrimonial da Associação Pró-Memória onde visitámos a Azenha reconstruída, a Casa do Moleiro e a Adega.

(Fotos: Joaquim Moedas Duarte)

18 Setembro 2014

JORNADAS EUROPEIAS DO PATRIMÓNIO



A Associação do Património de Torres Vedras e a Associação Cultural e Etnológica de A dos Cunhados comemoram as JORNADAS EUROPEIAS DO PATRIMÓNIO 2014



PROGRAMA - 27 SETEMBRO 2014

11H00   - OS MONUMENTOS NACIONAIS DE TORRES VEDRAS         
                 Sessão no FORUM das Associações de TV, [ Travessa do 
                 Quebra Costas, Centro Histórico de Torres Vedras] 
                 Repete-se às 21H00. 
                 Estas sessões integram-se, também, no Programa    
                 LARGO CO(N)VIDA, iniciativa da Câmara Municipal de 
                 Torres Vedras.

15H00 -   Adro da Igreja em A dos Cunhados: 
                 concentração das pessoas interessadas em participar

15H15 -   Visita guiada à Igreja de Nª Srª da Luz

16H00 -   Visita ao Núcleo Patrimonial da Azenha, Casa do 
                 Moleiro e Adega em A dos Cunhados

Todos estamos convidados. 
"Conhecer o nosso Património para melhor o divulgar e defender"

01 Setembro 2014

S. PEDRO DA CADEIRA: MEMÓRIAS DO CÍRIO DA PRATA GRANDE





O Círio da Prata Grande é uma festa religiosa de enorme significado para S. Pedro da Cadeira, freguesia do nosso concelho. Trata-se de uma festividade que só acontece de 17 em 17 anos e que consiste na visita de uma imagem peregrina de Nª Srª da Nazaré. Esta faz um périplo por 17 freguesias, uma cada ano, segundo uma ordem fixada num Compromisso assinado por todos em 1741. São 13 freguesias de Mafra, 3 de Sintra e só uma de Torres Vedras, S. Pedro da Cadeira.

2015 será ano de visita da imagem peregrina a esta freguesia e, para assinalar o facto, foi lançado ontem, 31 de Agosto, no Salão Paroquial daquela vila, o livro  DEVOÇÃO À VIRGEM DA NAZARÉ - O passado e o presente da paróquia de S. Pedro da Cadeira, de Célia Santos e Aurélio Santos, com prefácio de D. Manuel Clemente, patriarca de Lisboa. 
Este livro, com uma belíssima apresentação gráfica, tem como objectivo reunir um conjunto de dados históricos e memorialísticos sobre a festividade conhecida por Círio da Prata Grande na freguesia de S. Pedro da Cadeira. É um repositório de memórias históricas bem documentadas, enriquecido por inúmeras fotografias que lembram aos mais novos as vivências do passado e recordam aos mais velhos alguns momentos especiais das suas vidas.
Quanto a nós, saudamos vivamente esta edição, pelo seu significado e importância patrimoniais.













Os autores, Célia Santos e Aurélio Santos, fizeram a apresentação do livro

25 Agosto 2014

CONVENTO DO VARATOJO: RECORDAR UMA REPORTAGEM DE 1992

Há 22 anos passámos 24 horas no Convento do Varatojo. Foi uma experiência inesquecível. Hoje talvez seja difícil encontrar a revista em que essa reportagem foi publicada. Aqui a deixamos, em imagens digitalizadas página a página. É de fácil leitura se ampliarem a imagem.






[Frei António do Nascimento faleceu 
em 19 de Abril de 2014, com 98 anos]






TEXTO: Joaquim Moedas Duarte
FOTOS: Ezequiel Santos



24 Agosto 2014

CONVENTO DO VARATOJO: A ARTE DE FREI ANTÓNIO LOPES

O claustro, lugar de luz, silêncio e serenidade.





A velha glicínia que abraça a coluna



Na Portaria, Frei António Lopes fabrica pacientemente os terços que vende aos forasteiros por uma bagatela: 2€.



As contas de rezar são feitas com um pequeno fruto que ele chama de "lágrimas de Nossa Senhora":


De onde vêm essas pequenas bagas?
Frei António saiu da Portaria, por momentos, e foi-nos mostrar o arbusto, na antiga horta do Convento:





























-Gostou de ver?

- Claro que sim, obrigado.

Para recordação, trouxemos um terço manufacturado por Frei António.




Fotos J Moedas Duarte
Visita ao Varatojo em Junho de 2014.

22 Junho 2014

DIRECÇÃO GERAL DO PATRIMÓNIO CULTURAL


Direção-Geral do Património Cultural tem um novo site

Está disponível em www.patrimoniocultural.pt o novo site da Direção-Geral do Património Cultural, reunindo todas as funcionalidades dos antigos sites do ex-IGESPAR e do ex-IMC, possibilitando o acesso a um conjunto de informações alargado sobre as diferentes áreas de actuação da responsabilidade directa desta Direção-Geral e também sobre conteúdos relacionados com o universo de trabalho no âmbito do Património Cultural, designadamente do património edificado urbano, arquitectónico e arqueológico, do património móvel, do património imaterial e dos museus e monumentos.
O novo site dá também acesso a uma Agenda alargada, composta por eventos realizados nos Museus e Monumentos, por todo o país e às Notícias mais recentes referentes ao universo do Património Cultural.